Google+

«

»

Briga de casal e conflito de personalidades em ação

 

Briga de casal e conflito de personalidades:

Um dos maiores motivadores de briga de casal é o conflito de personalidades, durante o período de  namoro tudo é romance, mas depois do casamento é que vamos realmente conhecer as manias, os costumes, a personalidade do outro e neste momento podemos ter uma grande decepção, pois criamos diversas expectativas que podem não se tornar realidade, mas aí é que está, será que o problema realmente é a personalidade e os hábitos do seu cônjuge ou as expectativas que você criou a este respeito? Quando criamos expectativas demais esperamos que o outro se adapte ao nosso ideal e deixamos de viver a realidade, que não precisa ser ruim, pelo contrário, é vivendo a realidade que podemos ser felizes de verdade, pois foi isso que Deus nos reservou. Diferenças de personalidades não  tem que ser necessariamente um problema, desde que você saiba lidar com estas diferenças e aprenda a ter as atitudes certas em momentos de conflitos.

Briga de casal e conflito de personalidades no casamento cristão, como lidar?

Em uma briga de casal e conflito de personalidades ou qualquer outro problema que um casal tenha é preciso preocupar-se em não ferir o outro, quem ama tem essa preocupação e não se dá ao direito de magoar seu cônjuge só porque está irritado, quando nos vemos em uma situação diferente como no trabalho, por exemplo, temos a preocupação de não nos permitirmos sermos levados pela ira, seja por medo de ser demitido ou por respeito ao chefe ou simplesmente por saber que o ambiente de trabalho não é lugar para “barraco”, mas quando se trata dos nossos relacionamentos pessoais deixamos as emoções prevalecerem e é aí que mora o perigo, pois quando falamos sem pensar somos tomados pela raiva, pela irritação e esta pode levar à mágoas que podem se tornar feridas difíceis de cicatrizar.

briga de casal e conflito de personalidadesNão adote um comportamento nocivo, fale de seus sentimentos, mas preocupe-se em saber se o que você sente naquele momento é o que você realmente pensa, pois em momentos de raiva nossos sentimentos se confundem, por isso não se deixe dominar pela ira, busque as palavras certas, não ataque o caráter ou trate o seu cônjuge como se ele não fosse importante para você, fale de situações específicas e fuja das generalizações, quando você diz que o seu cônjuge sempre faz determinada coisa ou deixa de fazer, ele só vai se lembrar de situações contrárias em que ele fez exatamente o oposto do que você está dizendo e aí a rixa permanece. Muitas vezes dizemos isso porque é o que estamos sentindo no momento, mas procure manter seu foco no problema atual e mantenha a paciência. Se mesmo assim você for levado por um impulso no falar, não se envergonhe de reconhecer seu erro, peça desculpas e fale novamente o que está pensando, agora com palavras melhores.

É importante que um casal resolva seus problemas assim que ele acontece, seja briga de casal e conflito de personalidades ou qualquer divergência pendente, pois achar que ele se resolverá sozinho ou deixar para depois só torna as coisas piores, a bíblia nos ensina que não é errado se irar, mas sim se deixar ser dominado por ela, então não permita que a raiva dure por vários dias, meses e muitas vezes até anos. Uma ferida aberta só tende a piorar com o passar do tempo. Quando a ira é mal resolvida você está dando lugar ao diabo.

Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo. Efésios 4:26-27

 

Sobre a autora:

Paula Caruza é graduada em Propaganda e Marketing e profissional de Marketing Digital. É idealizadora do site o Relacionamento Cristão que tem o intuito de compartilhar a bíblia, testemunhos de cristãos de diversos ministérios e de falar sobre a caminhada e o relacionamento do cristão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>