Google+

«

»

Amor aos animais: por que os amamos tanto?

Amor aos animais

Por que amamos tanto aos animais? Esta pergunta é muito simples de ser respondida, se fosse apenas para respondê-la este post poderia se resumir a uma única e curta frase: porque é fácil!

Exatamente isso! Amamos aos animais porque é fácil, o amor aos animais é correspondido e isento de cobranças e expectativas, eles nos dão amor e esperam apenas amor de volta, sem mas, porém, entretanto ou todavia…, é assim e pronto. Eles apenas desejam ser amados, ter carinho, abrigo e alimento, diga-se de passagem, um pouco de disciplina também não é nada mau…

Vivemos em um tempo onde o amor aos animais tem se intensificado cada vez mais, as pessoas muitas vezes, até substituem aos filhos pelos cães, gatos ou outro animal que os ame incondicionalmente, sem cobranças. Confesso que sou uma pessoa que tem um grande amor pelos animais, gosto demais, particularmente dos cães e não vejo mal nenhum nisso, a questão é quando o bichinho de estimação torna-se um step, um supridor de carências ou uma desculpa para não se aproximar dos seres humanos.

amor aos animais

fotos de cachorrosfotos de cachorros foto de gato fotos de cachorros

 

 

 

 

amor aos animais - abner

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É muito mais difícil  amar ao ser humano, mais complicado, mais complexo, demonstramos amor com maior facilidade aos bichos porque sabemos que eles não estão nos julgando, diferentemente do homem que é passível de julgamentos, preconceitos e traições e é tão mais comodo gostar do que é fácil, não é mesmo?

A bíblia nos diz que o homem de bem cuida bem até dos seus animais, tem consideração por eles. Provérbios 12:10. Mas ela nos diz sobretudo para amarmos ao próximo como a nós mesmos: Mateus 22:39. Então se substituirmos um pelo outro estaremos nos desviando daquilo que Deus determina para as nossas vidas. Podemos e devemos amar aos animais sim, mas não podemos canalizar todo nosso sentimento a eles porque nos sentimos decepcionados com o ser humano, seja este um marido, uma esposa, namorado (a) um filho (a), pai, mãe, irmão, amigo ou qualquer outra pessoa do nosso relacionamento.

O nosso relacionamento com Deus é baseado no amor: Amor a Deus em primeiro lugar e ao próximo como a nós mesmos. O sacrifício de Jesus foi pelo ser humano, independente das nossas limitações, e ele é o nosso maior exemplo de amor ao próximo. Para colocar em prática seus ensinamentos de amor é preciso exercitar a nossa fé, aprender a liberar perdão,independente de “recompensa”, de esperar receber do outro algo em troca, pois para vivermos intensamente esta verdade, precisamos ser curados em nossa alma e exercermos os princípios práticos do amor que Jesus nos ensinou.

Sobre a autora:

Paula Caruza é graduada em Propaganda e Marketing e profissional de Marketing Digital. É idealizadora do site o Relacionamento Cristão que tem o intuito de compartilhar a bíblia, testemunhos de cristãos de diversos ministérios e de falar sobre a caminhada e o relacionamento do cristão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>